O ranking da ‘coincidência biométrica’

Com base em dados do Tribunal Superior Eleitoral, O Antagonista publica o ranking das unidades da Federação com o maior número de “coincidência biométrica”, ou seja, registros de título de eleitor duplicados ou múltiplos.

O TSE informou que “todas as ocorrências são remetidas ao juiz eleitoral da jurisdição na qual o eleitor é cadastrado, para que seja feita a análise das coincidências. Dependendo de cada caso, o juiz pode determinar o cancelamento de uma ou de todas as inscrições eleitorais, marcar a ocorrência como falso positivo e, no caso de identificação de fraude, solicitar a abertura de processo criminal”.

Eis o ranking dos 10 estados com maior número de casos (duplicidade e pluralidade de títulos):

Alagoas – 2.868

São Paulo – 2.377

Rio Grande do Norte – 1.963

Goiás – 1.927

Maranhão – 1.382

Pernambuco – 1.299

Sergipe – 990

Piauí – 938

Ceará – 879

Paraíba – 821

55 comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200

  1. Acorda povo!
    Desde o início desta campanha milionária do TSE para que seja feito o cadastramento biométrico eu já sabia que tinha treta.
    As faculdades públicas estão orientando todos os alunos a se cadastrar. Por quê será?
    Porquê será que não tem verba para o voto impresso e estão gastando fortuna neste projeto de cadastramento biométrico.
    Será a maior fraude da história.

  2. Está-se vendo que esse problema não é determinante das péssimas escolhas dos eleitores. Por exemplo, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, estados que tem destacadamente sofrido com maus políticos, nem estão entre os com mais problemas do tipo.

  3. Coincidentemente, a maioria no Nordeste, onde a Dilma ganhou o maior número de votos! Tem que acabar com essa urna eletrônica! É um absurdo! Estados Unidos, Alemanha, Japão, entre outros tantos infinitamente mais avançados tecnologicamente que o Brasil e nenhum deles faz eleição eletrônica. Por que será?!
    Gilmar Mendes dizendo que não será possível realizar a impressão dos votos nas próximas eleições. Por que será?!
    É muita bandalheira! Manipulam as pesquisas para justificar votações apertadas e uma pessoa que não tinha condições de ganhar acaba ganhando. Tem que acabar com essa urna eletrônica já!

    1. É porque lá não tem voto obrigatório, não tem 150 milhões de eleitores. Lá é tudo simples e menor. Por isso eles vão levando com voto de papel, mesmo. Eu afirmo que, aqui no Brasil, se o voto não fosse eletrônico, a fraude seria muuuuuiiiiitoo maior. Mas não são estes númerosinhos daí que mudam a eleição do país, não. Quando muito mudam a realidade de uma cidade pequenina.

  4. Fazendo as contas, o número de eleitores duplicados para cada 100 mil eleitores normais fica assim:
    Alagoas 148 eleitores duplos para cada 100.000 eleitores normais
    São Paulo 7
    ]Rio Grande do Norte 83
    Goiás 44
    Maranhão 30
    Pernambuco 20
    Sergipe 70
    Piauí 40
    Ceará 14
    Paraíba 28
    Antagonistas, estes números são bem mais representativos. Jornalistas em geral são muito ruins de matemática, mas os antagonistas podem fazer melhor.

  5. O índice por 100.000 eleitores de cada um destes estados explica bem o porque do Nordeste permanecer tão atrasado. É lá que se encontra a nata da bandidagem. Quem não é bandido, é massa de manobra de bandido. Segue o ranking por 100000 eleitores. Interessante como é aderente e semelhante ao índice de criminalidade levantado pelo Mapa da Violência:
    Alagoas: 148,1
    Rio Grande do Norte: 83,5
    Sergipe: 69,9
    Goias: 44,5
    Piauí: 39,6
    Maranhão: 30,4
    Paraíba: 28,8
    Pernambuco: 19,8
    Ceará: 14,1
    São Paulo: 7,5

    1. Henrique, bem pensado, fiz a mesma conta e publiquei sem ter visto a sua postagem antes, se sair não foi plágio, mas sintonia de mentes pensantes.

  6. Me lembro de um personagem antigo do Jô Soares e creio que estão precisando trocar esse bobo. Pois bem, quantos processos criminais já foram instaurados e quantos já foram punidos? A resposta: nenhum e nunca ninguém será punido. Se inocentaram a chapa por excesso de provas, que dirá uma fraudezinha dessas….

  7. Alagoas tem 2.146.250 eleitores e São Paulo 32.684.931. Embora não se pode aceitar o descontrole o ranking torna-se expressivo quando se proporciona a o número de fraudes sobre o montante de títulos.
    Alagoas por infelicidade tem renans, collors e etc…

  8. Vemos aí um exemplo de enorme incompetência do poder público.
    Em pleno século 21, ano 2017, era da informação, com uso disseminado e massivo de sistemas informáticos e ainda ocorrem casos de registros de título de eleitor duplicados ou múltiplos.
    Sendo assim, será que existe algum incauto que ainda duvida da existência de problemas nas urnas eletrônicas?

  9. Alagoas – 2.868

    Num total de 2.142.014, segundo o TSE.

    Coisa de 0,13% do eleitorado, mas que, por um acaso, pode decidir uma eleição para, hum, senador?

    Ué?

    Quantos desses são de Murici?

    Ué?

    José Renan, o pau ainda há de lhe achar.

  10. A Rocinha votou em peso no PSOL pra prefeitura!!!!!!!!!!!!!!Votou em peso pra Dilmandioca em 2014!!!Advinha qual o sotaque lá,e em várias outras” cumunidades”!KKKKK nem precisa de “coincidência biométrica”!!!Qto mais ignorante,mas encabrestado é!!!!!1

  11. São urnas manjadas. As urnas estão nas mãos de Gilmar mendes, o Tomateiro. Como detonar essas urnas do STE ???: Só no tomate ??
    Tem certas horas que eles me derrotam. Mas vamos lá pé na bunda desses malucos que não querem democracia.

  12. Estes dados são referentes a duplicidade de inscrição eleitoral.
    Mas há casos de inscrições com somente um nome no cadastro. Exemplo: Maria. Filiação: não consta. Pergunto: existe alguma pessoa que só tenha um nome e sem filiação? Digo pai: Não consta e mãe: Não consta
    E há muitas inscrições eleitorais ativas de pessoas que faleceram.
    Este cadastro tem que ser muito bem depurado…clones e clones facilitam qualquer fraude em resultado de votação.

  13. Que maneirismo legal! Politicamente correto total! Coincidência Biométrica é o soft para fraude de identificação. Cancelem todos e chamem os donos desses títulos para uma conversinha tranquila dentro de uma delegacia.
    O brasileiro que se acha esperto acaba com tudo de bom na vida, na dele e na de todos a sua volta, pois tudo fica pior, mais travado, mais difícil, mais mal educado.

  14. Que se verifique quem são estas pessoas com títulos duplicados e/ou multiplicados e se também não recebem as mesmas quantidades de bolsas-família e outras benesses populistas eleitoreiras de fazedoras de cabrestos.

    1. Fazendo as contas da “multiplicação dos peixes”, este fato sozinho poderia ser uma quantidade de fraudes que se posta efetivamente em prática, poderia modificar o resultado de uma eleição apertada, como foi a de 2014, quem sabe?
      E isto contando que as urnas eletrônicas fossem confiáveis!
      Toda a lisura de pleitos e sua credibilidade se joga no lixo.
      Ainda mais.