O rastro do Estado Islâmico

A Folha de S.Paulo entrevistou o jornalista Patrick Cockburn, “um dos maiores especialistas mundiais em EI”.

Ele defendeu a prisão dos doze suspeitos de terrorismo no Brasil:

“Considerando que muitos dos envolvidos nos ataques deixam como único rastro a simpatia pelo Estado Islâmico expressa no Facebook, acho razoável deter pessoas nessas circunstâncias”.