O ‘reimpeachment’ de Dilma

O ministro José Mucio, do TCU, marcou para o dia 5 de outubro a votação das contas do governo Dilma Rousseff de 2015. A tendência é de nova rejeição.

Se fosse possível, Dilma seria duplamente impeachada.

Faça o primeiro comentário