ACESSE

O renascimento de Luzia

Telegram

Pesquisadores do Museu Nacional acreditam que Luzia, o fóssil humano mais antigo das Américas, pode “renascer” em 2020, publica O Globo.

A estimativa é que o trabalho de reconstrução da peça mais valiosa do museu começará no segundo semestre de 2019.

Brasil, 2019 — O seu guia para compreender o ano que vai sacudir a nação (e sobreviver a ele) AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 15 comentários