O rombo é seu

A Folha de S. Paulo diz que o rombo da Petros terá de ser coberto, a partir de 2017, pelos funcionários e pelos pensionistas da Petrobras.

Outra reportagem do jornal mostra o contrário.

A CPI dos Fundos de Pensão, de fato, “promete alterar a forma de distribuição de lucros e prejuízos dos fundos. Hoje, beneficiários e empregadores precisam arcar com os prejuízos caso a instituição fique deficitária por três anos consecutivos. Na proposta que será apresentada pela comissão ao governo federal, apenas os empregadores arcariam com sua parte para recompor o caixa”.

O rombo provocado pelos petistas da Petros, portanto, seria coberto por todos os brasileiros.