"O saldo dos dois anos do governo Bolsonaro é trágico"

“O saldo dos dois anos do governo Bolsonaro é trágico”
Foto: Alan Santos/PR

Jair Bolsonaro, no Twitter, fez o favor de compartilhar um artigo de Carlos Melo, que foi publicado no sábado e passou despercebido.

O professor do Insper disse:

“O saldo dos dois anos do governo Bolsonaro é trágico: quase nada do que se fez pode ser aproveitado (…).

O saldo de dois anos de governo revela com crueza algo muito pior do que promessas não cumpridas: 2020 encerra uma década perdida, uma década de desatinos e retrocessos, que chegou ao seu final com o país dirigido por um presidente da República incapaz, que, por conta do desconforto dessa  situação, tem sido tratado pelas elites e pelas instituições como inimputável; um parente incômodo e desagradável que não pode ser colocado para fora da festa da família, pois, afinal, existem laços (políticos) que não se quer (ou não se pode) desatar (…).

Bolsonaro não demonstra desempenho administrativo, econômico, social e político que justifique a despesa dos cofres públicos consigo, seu grupo e sua família. Mas, expressando o caos e vocalizando o vazio, é representativo de uma década em que o país se perdeu e que custa a se reencontrar em vista fragmentação e do esfacelamento das demais forças políticas. E isso torna a todos responsáveis.”

Leia mais: Leia na Crusoé como o governo corre para garantir as vacinas necessárias para imunizar a população no começo de 2021.
Mais notícias
TOPO