ACESSE

O semi-vice-presidencialismo

Telegram

Mesmo quem participa das discussões sobre o semipresidencialismo avalia que a proposta defendida por Michel Temer e Gilmar Mendes não passa no Senado, registra a Coluna do Estadão.

“A medida acaba com o cargo de vice-presidente, o que deixa o presidente da Câmara como o primeiro da linha sucessória, empoderando a Casa. Mendes diz que, se o problema for esse, é fácil: volta o cargo de vice-presidente!”

O ministro sempre tem um jeitinho.

Comentários

  • Jose -

    A realidade é que temos um só partido, a ORCRIM, as diversas siglas são simplesmente uma ferramenta para confundir , isto fica bem claro que quando um politico entra em apuros o congresso todo tentam salva-lo.

  • Sergio -

    Um amigo na década de 80 já dizia: "se o jeitinho brasileiro funcionasse, já estaríamos fazendo parte do primeiro mundo". Mas como estamos em plena nascoxacracia...

  • Semi-cidadão -

    Uma semi-nação, com um semi-governo e um povo semi-alfabetizado, com semi-políticos só podia ter um semi-regime político. A ORCRIM vai derreter o semi-país.

Ler 31 comentários