O senador vai ter de falar

Cármen Lúcia determinou que o senador Fernando Bezerra apresente sua defesa acerca da denúncia de que ele recebeu R$ 41,5 milhões em propina desviada da Petrobras, a partir de contratos com a Queiroz Galvão, OAS e Camargo Corrêa para a construção da refinaria de Abreu e Lima.

O dinheiro, segundo a PGR, foi desviado para a campanha de reeleição de Eduardo Campos ao governo de Pernambuco, em 2010.

A informação é do Estadão.

Faça o primeiro comentário