O silêncio de Temer

O Antagonista apurou que não há, por enquanto, qualquer previsão de que Michel Temer se pronuncie sobre o massacre no Anísio Jobim.

Alexandre Moraes continuará sendo o porta-voz do governo federal nesse episódio.

A prioridade do presidente, neste momento, são as eleições na Câmara e no Senado, que ele chama de “reformas” – com “Botafogo” na Câmara e “Índio” no Senado, as reformas têm tudo para serem aprovadas.

Faça o primeiro comentário