“O Sistema S se acostumou a dar as cartas nas últimas décadas”

O senador tucano Ataídes Oliveira, do PSDB de Tocantins, comemora a declaração de Paulo Guedes, que prometeu “meter a faca” no Sistema S.

“Rico e poderoso, o Sistema S se acostumou a dar as cartas nas últimas décadas, atropelando normas básicas do Direito Tributário e da Constituição Federal. Nem mesmo denúncias pesadas, ancoradas em farta documentação do Tribunal de Contas da União e da Controladoria Geral da União, conseguiram evitar que entidades como Sesi e Senai deixassem de desvirtuar as   funções sociais para as quais foram criadas e de arrecadar diretamente contribuições bilionárias, sem qualquer controle oficial.”

O parlamentar acredita que “essa história de abusos parece estar com os dias contados”.

“O diagnóstico traçado em inúmeros acórdãos do TCU é desalentador. A começar pela absoluta falta de transparência na arrecadação e aplicação das contribuições bilionárias recolhidas compulsoriamente sobre as folhas de pagamentos das empresas. Somam-se a isso irregularidades na aplicação de verbas acertadas em convênios milionários com o governo e desvios de finalidade legal, como especulação no mercado financeiro e imobiliário. A arrecadação direta é claramente inconstitucional e fere a soberania do Estado brasileiro. As auditorias do TCU incluem valores alarmantes das folhas de pagamento e uso de cargos de direção como cabides de emprego, além do regime caótico de contratações de serviços e compra de materiais.”

Reforma da Previdência, privatizações, Bolsa Família... Saiba o que Bolsonaro deve fazer AQUI

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 57 comentários
  1. O STF desempenha papel que não é seu, há muitos anos. As alegações são que o Congresso largou de lado a legislatura, como de fato, só havia espaço para roubalheiras. Agora, há congresso, tiau

  2. Sistema “S” e Ongs, são sinônimos de muitas mordomias e dinhiro público jogado no vaso de descarga.Tem que acabar com repasse de dinheiro para esta gente. Tem que apurar o que foi repassado.

  3. Será mesmo que isso vai acontecer. Não vou citar o nome, mas parece que já li na imprensa que um administrador de um dos atuais sistema “S”, será membro do Governo que assumira em 2019.

  4. O senador Ataídes Oliveira (não reeleito, infelizmente) poderia ser chamado p/ Paulo Guedes para auxiliar nessa “limpa” no Sistema S. Ele parece ter muita informação e está por dentro das marac

  5. Além do Sistema S deveriam ser investigadas as ONGs, OS, OSCIPs, etc…há anos recebem muito dinheiro público que não é fiscalizado. É só seguir o dinheiro…que vai pegar a todos.

    1. Santa ignorância é a sua, Claudio estúpido e energúmeno. Não sai um centavo do trabalhador, acontece que para cada funcionário a empresa CONTRIBUI COM DINHEIRO DELA para o SENAI E SESI.

    2. Dinheiro do empresario!! Santa ignorância. São custos sobre a folha, que obviamente poderia ser repassado ao funcionário.

    3. Não sei exatamente como são as coisas lá, mas os cursos são caríssimos. A mensalidade de um curso técnico de 2 anos não sai por menos de R$ 500,00. Não acho nada ‘social’.

    4. O problema é que esse dinheiro(dos empresários) que é destinado ao fim social(Educação) está indo para MARACUTAIAS. TODO DINHEIRO TEM Q IR P/ EDUCAÇÃO!!!

    1. Skaf e Temer petralhas? Kkkkkkkkkk Bom, são mesmo, desde que mantenham os bolsos cheios e os livrem da cana, até ELOGIAM Dilma!

    1. É por isso que precisamos da lava-toga com soda cáustica e hipoclorito de sódio. Para desencavar a sujeira que a lava-jato não alcançou. E vai sair muito mais sujeira.

  6. O sistema S é um feudo intocável. Não atende aos interesses da sociedade. É só vitrine! Hoje compete com grupos particulares. O curso de inglês do SENAC é tão caro quanto qualquer outro.

  7. A função do GOVERNO é fiscalizar, coisa que não FAZ, NINGUÉM do governo fiscaliza nada a muitas décadas.Quem do legislativo FISCALIZOU os governos PETISTAS?O TSE fiscalizou a contas de campanhas

    1. Órgãos de fiscalização, controle, regulação e corregedoria deveriam ser totalmente desatrelados do governo. Governo é uma coisa. Estado é outra.

    2. O exercício de fiscalizar são dos TC -União, Estados e Municípios. Problema é que as nomeações são políticas. Exemplificando: funciona tal qual o STF protegendo seus padrinhos.

    1. Na década de 80 já tinha instrutor que trabalhava com a estrelinha do PT pregada no jaleco. E não era algo visto com antipatia.

    1. Pois é… é uma contribuição sindical patronal que deveria ter caído na reforma trabalhista. Alguns anéis (leia-se contribuição sindical dos funcionários) foram perdidos. Os dedos foram prese

    2. É bom ler a declaração do senado Ataídes. Ele disse recolhido compulsoriamente sobre a folha de pagamento, o que é verdade.

  8. Temer fez isso em TODAS as investigações envolvendo o Porto de Santos, desde 1998! Até edição da revista Veja saiu de circulação! Tudo na surdina! O ministro Augusto Sherman do TCU pode “deta