O sítio corintiano

A reforma do sítio Santa Bárbara foi paga pela Odebrecht e comandada por um dos principais engenheiros da empreiteira, Frederico Barbosa.

As obras foram realizadas no fim de 2010, porque Lula estava saindo do Palácio do Planalto e precisava de conforto.

Imediatamente depois da reforma do sítio, Frederico Barbosa foi tocar uma obra bem mais complicada: o estádio do Corinthians, o Itaquerão.

O Itaquerão foi feito pela Odebrecht. Nesse caso, porém, quem pagou pela obra não foi a empreiteira, e sim a Caixa Econômica Federal, com financiamento do BNDES.