O sítio do funcionário público

Lula precisa urgentemente de um advogado.

Nilo Batista é um puxadinho.

Ontem ele disse que a reforma do sítio em Atibaia foi feita quando Lula “não era mais funcionário público”.

Nilo Batista está confundindo as coisas.

O Antagonista explica:

– A cozinha do sítio foi reformada pela OAS em abril de 2014, quando Lula “não era mais funcionário público”.

– A reforma geral do sítio, porém, foi realizada pela Odebrecht entre outubro e dezembro de 2010, quando Lula ainda era presidente da República.

E mais:

– Por que o sítio, comprado em 2010, quando Lula ainda estava no Palácio do Planalto, foi registrado em nome de Fernando Bittar e Jonas Suassuna?

– De onde saiu o dinheiro para comprar a propriedade?

– Por que a Odebrecht ocultou a reforma?

Faça o primeiro comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

1200