Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

O tamanho do desespero de Bolsonaro

Jair Bolsonaro está à mercê dos parasitas do Centrão, que não vão hesitar em abandoná-lo em 2022
O tamanho do desespero de Bolsonaro
Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

Ao confiar a poderosa Casa Civil a Ciro Nogueira, Jair Bolsonaromostra o tamanho de seu desespero”, diz o Estadão, em editorial.

“Impopular, sem partido e com uma base fiel muito precária, Bolsonaro está à mercê de forças que não tem a menor condição de controlar e que, por sua vez, sabem muito bem o que almejam: cargos, verbas e poder. Por ora, é o que Bolsonaro pode lhes proporcionar, mas nem isso lhe garante fidelidade ou, principalmente, apoio para a reeleição. Afinal, o Centrão, depois de parasitar os recursos estatais a que terá acesso, não hesitará em deixar o presidente no sereno se este não representar uma real perspectiva de poder.”

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO