O temor da fraude aloprada ou fake fraude

Um temor ronda a Justiça Eleitoral: o de que, só agora, diante dos números avassaladores das pesquisas em favor de Jair Bolsonaro, ocorra uma fraude aloprada ou fake fraude.

A fake fraude consistiria na possibilidade ainda que remota de alguém trocar o sinal: o eleitor aperta o 13 e sai o 17.

“Aí é só armar a gritaria e tentar anular a eleição. O temor é esse”, diz um importante interlocutor de magistrados da Justiça Eleitoral.

Em um cenário de incerteza, você precisa de um guia. Ao invés disso, estão escondendo a verdade de você. Leia AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Esther disse:

    Aconteceu o contrário no 1º turno, apertava-se o 1 e aparecia a foto do Haddad, ou seja, o 13. Essa de apertar o 13 e sair o 17 é desculpa esfarrapada para anular as eleições.

Ler comentários
  1. Armando disse:

    Mas se isso é possivel, tb é possivel fraudar as urnas. TSE tem que cumprir a lei como todos os brasileiros, foi aprovada lei de impressão dos votos, CUMPRA-SE e fim de papo.

  2. Marcos disse:

    Também, olha o nome da empresa: smartic..... Não quiseram dar cumprimento à Lei do Voto Impresso... Agora segurem a barra cambada de incompetente

  3. Nancy disse:

    Voto em cédula não aconteceria, está lá marcadinho.

Os comentários para essa notícia foram encerrados.