O tesouro de Macau

Lula e José Dirceu negociaram uma propina de 50 milhões de euros para permitir a fusão entre a Oi e a Portugal Telecom, a serem pagos em Macau.

É o que diz a reportagem de primeira página do principal jornal português, O Público.

Até agora, porém, o assunto não ganhou uma linha no Brasil.