O trem atrasado das privatizações

O governo de Michel Temer pretende fazer, em 2018, pelo menos dois leilões de ferrovias: o da Norte-Sul, entre Tocantins e São Paulo; e o da Ferrogrão, entre Mato Grosso e Pará, informa o G1.

Apesar das demonstrações de interesse do mercado, analistas ouvidos pelo portal acreditam que o plano do governo deverá ser adiado para 2019.

O motivo: os investimentos envolvidos em projetos de ferrovias são muito altos, o que dificulta o comprometimento dos investidores num ambiente de incertezas gerado pelas eleições deste ano.

 

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

  1. São Paulo, que para alguns, é o estado que carrega o Nordeste nas costas, é o único estado brasileiro que se beneficia malandramente do atraso no desenvolvimento da malha ferroviária brasileira, em especial do trecho norte (Maranhão e Pará). Quanta hipocrisia, mano!

Ler mais 15 comentários
  1. São Paulo, que para alguns, é o estado que carrega o Nordeste nas costas, é o único estado brasileiro que se beneficia malandramente do atraso no desenvolvimento da malha ferroviária brasileira, em especial do trecho norte (Maranhão e Pará). Quanta hipocrisia, mano!

  2. Em matéria de ferrovia nós estamos atrasados apenas um século em meio em relação à Europa, à Asia e aos EUA. Aliás, em muitos outros aspectos nos encontramos, ainda, no século XIX…

  3. MICHEL TEMER E O FAMOSO TREM DAS PLANILHAS, DENOMINADO PELA PROCURADORIA GERAL DA REPÚBLICA COMO CHEFE DE QUADRILHA, SEU SECRETARIO ROCHA LOURES PEGO EM FLAGRANTE CARREGANDO MALA DE DINHEIRO PARA TEMER E SEUS ASSECLAS, ESSES LEILOES E PARA TEMER E SUA
    QUADRILHA METER A MÃO EM MAIS PROPINAS…

  4. Imaginem Minas Gerais para cima e aos lados, ricos em recursos minerais, transportando tudo em cima de caminhão.
    Quanta insensatez.
    Quando produzirmos produtos acabados ao invés de commodities agrícolas/minerais, tudo transportado via férrea/hidroviária, seremos uma potência mundial, digna de respeito.
    Por enquanto somos uma vergonha.
    O maior celeiro agrícola mundial refém de John Deere, Case, Massey Ferguson etc?
    É muita cegueira.
    Esse país mal tem um Troller para chamar de seu.

  5. As estatais no Brasil geram um rombo anual de R$ 40 bilhões! Se levarmos em conta a ineficiência por causa dos monopólios, os preços dobrados que temos que pagar pela energia elétrica, gasolina, diesel, etc… o custo das estatais quadruplica! E quem paga a conta somos nós mesmos!
    A Tabela do IRPF está 90% defasada. A SRF arrecada com IR descontado na folha cerca de R$ 100 bilhões por ano.
    Se a Tabela fosse corrigida de uma única vez em cerca de 100%, o governo deixaria de arrecadar R$ 50 bilhões por ano. Só as estatais consomem R$ 40 bilhões!
    A correção da tabela injetaria R$ 50 bilhões na economia, geraria inúmeros investimentos, consumo, renda, empregos e… mais impostos!
    Não existe um único político no Brasil lutando por isso! Por quê?

  6. O oeste catarinense é um celeiro da agroindústria mundial; berço de Sadia, Perdigão, Seara, Aurora etc..
    No seu início, percebendo a incapacidade do Estado brasileiro, criaram a TRANSBRASIL, empresa AÉREA para transportar suas mercadorias.
    Tem noção?
    Transportar frango e porco por avião?
    É meu irmão, é isso mesmo, só no Brasil.
    Aqui a ferrovia do frango, que liga o oeste do estado aos portos ainda não saiu do papel.
    O custo do transporte do oeste ao porto catarinense é proporcionalmente muito maior do que o custo do transporte marítimo até o oriente médio, à Rússia, à China.

  7. Com esse atraso deliberado e proposital da votação da reforma da previdência ninguém mais vai entrar na onda do governo e a economia brasileira vai começar a parar novamente para aguardar o resultado das eleições.

  8. Quem não enxerga que é o lobby da indústria automobilística que não permite a construção das ferrovias pelo Brasil afora?
    Enquanto congressistas de araque continuarem vendendo seus votos para Mercedes-Benz, Volkswagen, Volvo, Scania, etc, o custo do transporte se manterá nas alturas e o país no eterno subdesenvolvimento.
    Nada explica um país continental distribuir suas mercadorias através de rodovias, o que torna o custo do transporte pelo menos 50% mais caro.
    ACORDA BRASIL!

  9. A incerteza é gerada pela participação de quanto vão ganhar com essas vendas de para mais ou para menos percentual.
    Estão vendendo todo o país. Depois vão arranjar dinheiro onde?

    1. Estatal não gera dinheiro, rapaz! Estatal gera rombo de R$ 40 bilhões por ano pelo menos, além de gerar ineficiência, gasolina 30% batizada a R$ 5,00 o litro, corrupção, compra de base de apoio no Congresso Nacional, cabide de empregos e depois o Barnabé aposentado aos 50 anos de idade, mamando R$ 40 mil por mês, curtindo a vida em Miami e Portugal pendurado em cima das minhas tetas, que estou com 90% da Tabela do IRPF defasada exatamente por causa disso tudo!