O tweet de Mônica Bergamo e a nossa previsão

A colunista Mônica Bergamo, sobre quem não temos suspeitas, apenas certezas, entrevistou o deputado carioca Rodrigo Maia, do DEM, no seu programa de televisão na Band. Foi um debate intelectual de alta voltagem, do qual Mônica Bergamo extraiu o seguinte tweet:.. “Rodrigo Maia: Impeachment, com as palavras do pres. Lula, não vai ser como Collor. Vai ser com muito sangue na rua.”

O Antagonista faz outra previsão: se houver impeachment, Dilma Rousseff voltará ao nada de onde nunca deveria ter saído; Lula fugirá para Cuba, onde bancará o exilado político; o resto da quadrilha vai para a cadeia; o finado PT deixará Mônica Bergamo órfã, mas ela rapidamente encontrará outra turma para encaixar a sua imparcialidade; Rodrigo Maia continuará a ser entrevistado na Band. Quanto ao sangue na rua, o único vermelho será o da tinta com a qual o prefeito Fernando Haddad pintou as ciclovias e ciclofaixas em São Paulo. Mas, como é vagabunda, a tinta vermelha logo será cancelada da paisagem.

Rodrigo Maia e Mônica Bergamo

debatendo o Brasil na Band