O verniz de Haddad

Fernando Haddad deu entrevista à Folha.

Ao analisar a eleição de Jair Bolsonaro, ele disse:

“Eu imaginava [há dois anos] que o [João] Doria, que é essencialmente o Bolsonaro, fosse ser essa figura [que se elegeria presidente]. Achava que a elite econômica não abriria mão do verniz que sempre fez parte da história do Brasil. As classes dirigentes nunca quiseram parecer ao mundo o que de fato são.”

A Lava Jato também tirou o verniz do PT.

Comentários

  • Claudio -

    Opinião de Poste só na Folha; é coisa de cães mijando! Um está mijado e a outra enxuga e divulga! PaTético!

  • egidio -

    Fala asneiras sem limites. O cara é muito ruim. Se diz professor, e muitos aplaudem seu falso verniz. Não há dúvida: o fundo do poço tem subsolo.

  • egidio -

    Fala arneiras sem limites. O cara é muito ruim. Se diz professor, e muitos aplaudem seu falso verniz. Não há dívida: o fundo do poço tem subsolo.

Ler 70 comentários