OAB cobra investigação sobre desembargador crítico do isolamento social

OAB cobra investigação sobre desembargador crítico do isolamento social
Foto: TRE-MS

Felipe Santa Cruz disse hoje que a OAB “aguarda a análise”, por órgãos de controle do Judiciário, da conduta do desembargador Carlos Eduardo Contar, que, em discurso de posse na presidência do Tribunal de Justiça do Mato Grosso do Sul, criticou o isolamento social.

“Voltemos nossas forças ao retorno ao trabalho, deixemos de viver conduzidos como rebanho para a morte, daquele que veneram a morte, que propagandeiam o quando pior melhor”, disse o magistrado, numa festa com 300 pessoas num centro de convenções de Campo Grande.

Para Santa Cruz, Contar “ofende os brasileiros e contribui para conduzir o país a um maior número de mortes pela pandemia do novo coronavírus”.

“Em demonstração de desprezo às mais de 217 mil pessoas que perderam suas vidas, o desembargador incitou o desrespeito a medidas de contenção do vírus, cometendo atentado contra a inviolabilidade do direito à vida, garantia fundamental da Constituição, e agrediu a imprensa em seu dever de informar a população”, afirmou o presidente da OAB, em declaração distribuída à imprensa.

Leia mais: Crusoé também fiscaliza o outro lado do balcão do Judiciário: os advogados.
Mais notícias
TOPO