ACESSE

OAB-DF responde a procurador da Operação Zelotes

Telegram

A OAB-DF acusou o procurador Frederico Paiva de querer “criminalizar” a advocacia ao dizer que o Carf é suscetível à corrupção porque os advogados que o integram voltam depois aos seus escritórios.

Em entrevista a Crusoé, o procurador da Operação Zelotes, que descobriu um esquema de venda de decisões no Carf, também disse que a estrutura do tribunal da Receita é anacrônica.

Leia a reportagem de Mateus Coutinho:

OAB rebate procurador e defende Carf

A velha-guarda do Congresso mostrou os dentes: o governo escapa dessa mordida? AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 60 comentários