OAB faz ato de desagravo a Mariz

A OAB fez hoje, em São Paulo, um ato de desagravo a Antônio Cláudio Mariz de Oliveira, o ex-advogado de Michel Temer.

Tratou-se, segundo a Folha, de “uma crítica ao vazamento à imprensa de trechos da delação do doleiro Lúcio Funaro que envolviam Mariz”. Estavam presentes, entre outros advogados, Kakay, Cristiano Zanin e Pierpaolo Bottini.

Em discurso, Mariz criticou a “falta de limites e peso” da imprensa, que para ele se tornou o arauto de uma “cultura punitiva”.

Mais tarde, o advogado perguntou aos repórteres presentes: “Por que entendem os jornalistas que o direito à informação é ilimitado?”.

O Antagonista responde: talvez porque ele seja garantido pela Constituição, mais precisamente pelo artigo 5º.

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 28 comentários
    1. Resposta coooorreta!!!
      A imbecilidade conveniente dos bacharéis criminais (diferem dos bandidos que defendem porque podem entrar e sair da cadeia) os faz acreditar que apenas sua opinião é que deve prevalecer.

    2. Quando aperta, não tem jeito, eles estrebucham!!! Se os ladrões pagam os advogados com parte do que roubaram, logo …………………………………. ! Pois é o bobo seu eu !!!

    3. esperar o que de OAB? olha a festa de arrecadação om exame da ordem, 3 exames por ano, calculem senhores quanto se arrecada.
      as demais profissões (por sinal algumas que cuidam de vidas) não tem esse beneficio de regular o mercado de profissionais.
      OAB é sindicato, só olham o que interessa à eles, barco que navega de acordo com a maré, ontem lula, dilma hoje temer …… tanto faz

    4. ===“O VITUPÉRIO DO GATO GARFIELD À IMPRENSA-PARTE-1”===
      Em setembro de 2017,o gatinho GARFIELD deixou o governo do exilado de Transilvânia dando ADEUS com carinho ao mestre “Que queria colocar a locomotiva da PGR nos trilhos”.Não chegou a cumprir a missão que lhe fora ordenada,pois a situação do felino tornou-se insustentável por haver nos bastidores do poder obscuro questões que no porvir entrariam em conflito com interesses de natureza particular.Àquela altura,a “locomotiva P.G.R.”ainda tinha um maquinista destemido que diziam ser um índio com arco e flecha.Por mágica,tornou-se mais bem vestido e de óculos escuros que muitos chegaram a confundi-lo com o advogado”Matt Murdock”do escritório”Murdock e Nelson”.Imediatamente antes de saltar do trenzinho PGR,pois a extremidade final dos trilhos terminava num abismo,o maquinista atirou diversos volumes de documentos incriminadores contra os dóceis amigos do FELINO.Mais tarde,uma NOVA maquinista assumiu uma nova locomotiva PGR que continuou a todo vapor a reconstruir os trilhos e a denunciar. (Continua)
      ——
      PS:Veja o post ““O GATO GARFIELD E O JURIDIQUÊS”

      1. –“O VITUPÉRIO DO GATO GARFIELD À IMPRENSA-PARTE-3”–
        GARFIELD criticou os vazamentos espetaculosos e…(cabe aqui,oh leitor,este parênteses:quem vaza o quê, para quem?).Reuniu-se,então,com distintos felinos de igual capacidade de raciocinar em juridiquês,na sede de “Os Antagonistas do Brasil”,(por favor,digno leitor,não confunda com o “Jornalista de Veneza” ou com o site operado pelo mesmo.Dentro das aspas veja apenas as letras maiúsculas.É uma questão de visualização).Garfield,então subiu sobre um caixote.Do alto encarava as faces estarrecidas de seus colegas.Enquanto proferia um discurso altamente inflamado,apontava com a patinha delicada em direção aos repórteres que ali estavam fazendo a cobertura do desagravo e lhes dirigiu um vitupério:“Por que entendem os jornalistas que o direito à informação é ilimitado?”.Neste momento os gatos com aparência de” boneco de ventríloquo” e o outro assemelhado ao pirata “Barba Negra” fizeram coro e aplaudiram GARFIELD. Mais tarde o membros da imprensa se revoltaram contra o vitupério de GARFIELD à”LIBERDADE DE IMPRENSA”que segundo às más línguas é “O Quarto Poder”.Gato Irritante!

        -THE END-
        PS:Veja o post ““O GATO GARFIELD E O JURIDIQUÊS”

      2. “O VITUPÉRIO DO GATO GARFIELD À IMPRENSA-PARTE-2”
        Posteriormente,surgiram notícias divulgadas pela IMPRENSA de que GARFIELD,o gatinho bonachão e escudeiro do mestre sedento de poder,atuara no sentido de prejudicar um distinto cliente ao divulgar ao antigo senhor palaciano informações concernentes sobre o estado de ânimo do cliente especialista em transações financeiras obscuras que estava vendo o sol esférico tornar-se cúbico.Foi a gota d’água que faltava para que GARFIELD,sempre bonachão,exasperar-se de tal maneira e a vituperar palavras indizíveis sobre a IMPRENSA,a eterna culpada!
        ——-
        PS:Veja o post[ ““O GATO GARFIELD E O JURIDIQUÊS”]

    5. =$= “O GATO GARFIELD E O JURIDIQUÊS” =$=
      Dizem nos bastidores do poder que um gato bonachão foi visto brincando com um trenzinho de brinquedo. Por desconhecer o funcionamento da máquina e colocando em risco a integridade do objeto, o gato de nome GARFIELD foi repreendido pelo dono, o vampiro de Transilvânia exilado no Brasil que, depois de muitos anos na atividade parlamentar e em outras de natureza noturna, chegou ao poder máximo da nação. Afagando carinhosamente a cabeça de GARFIELD, ele diz: “coloque nosso trenzinho nos trilhos, gatinho! É assim que se faz”. GARFIELD, mui esperto, fez exatamente o que o dono lhe pediu.De repente, aconteceu algo inusitado que chamou a atenção do ser obscuro. “Parece-me que você disse algo, gato! ou estaria eu sob auto-hipnose?”.Ouve-se um som bem audível como se alguém soletrasse uma palavra: “P”-“G”-“R”.O vampiro ficou encantado pois o gato dizia algo, ou melhor, lia uma plaquinha do trenzinho onde estava escrito “PGR”. O dono temerário indaga-lhe:”Sabes, acaso, falar juridiquês, gato?”.Garfield olhou-o com candura e disse:”Sei, sim, mestre!”.O vampiro, então, ordenou-lhe:”Use seu juridiquês,gato, para pôr a PGR nos trilhos! Mas não a quebre!”

      1. ===“O VITUPÉRIO DO GATO GARFIELD À IMPRENSA-PARTE-3”===
        GARFIELD criticou os vazamentos espetaculosos e…(cabe aqui,oh leitor,este parênteses:quem vaza o quê, para quem?).Reuniu-se,então,com distintos felinos de igual capacidade de raciocinar em juridiquês,na sede de “Os Antagonistas do Brasil”,(por favor,digno leitor,não confunda com o “Jornalista de Veneza” ou com o site operado pelo mesmo.Dentro das aspas veja apenas as letras maiúsculas.É uma questão de visualização).Garfield,então subiu sobre um caixote.Do alto encarava as faces estarrecidas de seus colegas.Enquanto proferia um discurso altamente inflamado,apontava com a patinha delicada em direção aos repórteres que ali estavam fazendo a cobertura do desagravo e lhes dirigiu um vitupério:“Por que entendem os jornalistas que o direito à informação é ilimitado?”.Neste momento os gatos com aparência de” boneco de ventríloquo” e o outro assemelhado ao pirata “Barba Negra” fizeram coro e aplaudiram GARFIELD. Mais tarde o membros da imprensa se revoltaram contra o vitupério de GARFIELD à”LIBERDADE DE IMPRENSA”que segundo às más línguas é “O Quarto Poder”.Gato Irritante!

        ==THE END=
        PS:Veja o post ““O GATO GARFIELD E O JURIDIQUÊS”

      2. “O VITUPÉRIO DO GATO GARFIELD À IMPRENSA-PARTE-2”
        Posteriormente,surgiram notícias divulgadas pela IMPRENSA de que GARFIELD,o gatinho bonachão e escudeiro do mestre sedento de poder,atuara no sentido de prejudicar um distinto cliente ao divulgar ao antigo senhor palaciano informações concernentes sobre o estado de ânimo do cliente especialista em transações financeiras obscuras que estava vendo o sol esférico tornar-se cúbico.Foi a gota d’água que faltava para que GARFIELD,sempre bonachão,exasperar-se de tal maneira e a vituperar palavras indizíveis sobre a IMPRENSA,a eterna culpada!
        PS:Veja o post ““O GATO GARFIELD E O JURIDIQUÊS”

      3. “O VITUPÉRIO DO GATO GARFIELD À IMPRENSA-PARTE-1”
        Em setembro de 2017,o gatinho GARFIELD deixou o governo do exilado de Transilvânia dando ADEUS com carinho ao mestre “Que queria colocar a locomotiva da PGR nos trilhos”.Não chegou a cumprir a missão que lhe fora ordenada,pois a situação do felino tornou-se insustentável por haver nos bastidores do poder obscuro questões que no porvir entrariam em conflito com interesses de natureza particular.Àquela altura,a “locomotiva P.G.R.”ainda tinha um maquinista destemido que diziam ser um índio com arco e flecha.Por mágica,tornou-se mais bem vestido e de óculos escuros que muitos chegaram a confundi-lo com o advogado”Matt Murdock”do escritório”Murdock e Nelson”.Imediatamente antes de saltar do trenzinho PGR,pois a extremidade final dos trilhos terminava num abismo,o maquinista atirou diversos volumes de documentos incriminadores contra os dóceis amigos do FELINO.Mais tarde,uma NOVA maquinista assumiu uma nova locomotiva PGR que continuou a todo vapor a reconstruir os trilhos e a denunciar. (Continua)
        PS:Veja o post ““O GATO GARFIELD E O JURIDIQUÊS”

    6. Esse sr. é antes de mais nada comparsa do Temer. A OAB continua sendo uma Instituição contra a nação brasileira! Isso não é corporativismo, isso é cumplicidade com a Organização Criminosa que governa este país!

    7. Por que eles acham que tem direito a censurar a imprensa e a que seus crimes não possam ser revelados? essa quadrilha vai longe e os militares demoram muito para cumprir seus deveres constitucionais de defender o país!

    8. XII – é inviolável o sigilo da correspondência e das comunicações telegráficas, de dados e das comunicações telefônicas, salvo, no último caso, por ordem judicial, nas hipóteses e na forma que a lei estabelecer para fins de investigação criminal ou instrução processual penal;

    9. Esta guilda medieval, a oab, deveria fazer desagravos ao povo brasileiro, iludido e ludibriado por estes políticos desonestos que assaltam diariamente o brasileiro de bem. Faça desagravos aos brasileiros e não os seus cúmplices.