OAB pede investigação de Bolsonaro por mortes e lesões na pandemia

OAB pede investigação de Bolsonaro por mortes e lesões na pandemia
Foto: Marcos Corrêa/PR

A Ordem dos Advogados do Brasil pediu à Procuradoria-Geral da República que investigue Jair Bolsonaro por mortes e lesões corporais de natureza grave na pandemia.

Em março, a entidade já havia pedido a Augusto Aras que apurasse o crime de infração de medida sanitária preventiva, mas agora aditou a representação.

“O Presidente da República, ao empreender durante meses um amplo movimento antivacina, não somente violou de forma intencional o art. 3º, inciso III, alínea d, da Lei 13.979/2020, incorrendo, portanto, no delito de infração de medida sanitária preventiva (art. 268 do CP), como também, em razão disso, produziu numerosas mortes e lesões corporais de natureza grave por negligência (art. 285 do CP)”, diz o novo pedido.

Cabe somente à PGR abrir inquérito contra o presidente por crime comum. Desde o ano passado, o órgão recebe inúmeros pedidos de investigação, mas abriu o procedimento formalmente perante o Supremo, a quem caberia supervisionar o inquérito.

Leia mais: Crusoé também fiscaliza o outro lado do balcão do Judiciário: os advogados.
Mais notícias
TOPO