OAB vê ‘fatos gravíssimos’

Leia nota enviada a O Antagonista por Claudio Lamachia, presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil:

“Os fatos relatados pelo procurador-geral da República são gravíssimos. A sociedade ficou, por muito tempo, indignada com os benefícios concedidos aos empresários que admitiram cometer diversos crimes contra o Estado e contra a sociedade brasileira. A OAB espera que a lei possa valer igualmente para todos. Não existe processo válido sem que a lei seja respeitada.”

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 25 comentários
    1. Essas delações na PGR estão parecendo mais filme dos 3 Patetas. É um desencontro atras de outro, fazem o acordo antes de apurarem tudo, ou seja, “nas coxas”. Isso tudo é proposital para melar as apurações e esconder o grosso da roubalheira, que se for apurada de fato vai alem dos 300 Bi.

    2. “A oab espera que a lei possa valer igualmente para todos”.
      Meu caro presidente, eu e o senhor sabemos que não é bem assim.
      Declare-se favorável à prisão em segunda instância e vou começar a acreditar na justiça.

    3. Sempre oportunista Perdeu chance de ficar calada Até ontem estava confiando nessas provas fraudulentas e em toda arapuca armada pelos açougueiros Essa entidade não se posicionou contra os benefícios eternos aos bandidos nem disse q era ilegal Aceitou quietinha Agora, isso Tem do’!

    4. Muito bem a sociedade ficou indignada
      mas a OAB participou do gorpí
      foi o primeiro junto com Molon e Randolph Rodrigues
      a pedir o impeachment de Temer .
      Canalhas de toga não enganam os MAVS .