OAS e Queiroz Galvão antes de Temer

Rodrigo Janot, antes de denunciar Michel Temer, “ainda irá tratar de alguns casos pendentes no órgão, como as delações das empreiteiras OAS e Queiroz Galvão”, diz o Valor.

A reportagem acrescenta também que “havia a expectativa de que uma delação fosse anulada por falta de provas, mas a situação mudou e o acordo poderá ser mantido”.

Sim, OAS: aquela que resultou na pena de prisão contra Lula.

 

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

  1. Ler mais 3 comentários