As obras de arte do ‘doleiro dos doleiros’

A Polícia Federal encontrou na cobertura de Dario Messer –o “doleiro dos doleiros”, que continua foragido– no Leblon dezenas de obras de Di Cavalcanti, informa O Globo.

Ao todo, foram contadas 39 obras do pintor, entre elas um desenho com dedicatória para o polonês Mordko Messer, pai de Dario e apontado como primeiro doleiro a atuar no país.

Além dos Di Cavalcantis, há quadros de artistas como José Pancetti e Eugênio de Proença Sigaud –aparentemente autênticos, conforme especialista consultado pelo jornal carioca– e centenas de joias, incluindo colares, braceletes e anéis.

A PF achou também no apartamento uma caixa repleta de papéis triturados.

Painel de Di Cavalcanti na sala de Messer, em foto reproduzida por O Globo

Comentários temporariamente fechados.

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem.

Ler mais 19 comentários
  1. Aceito juntar os papéis picados para provas, pedacinho por pedacinho, sem remuneração, desde que me deixem ficar na cobertura com todos os litros de whiskies, cervejas, champagnes, vodkas, caviar, enfim, tudo que o Messer deixou na dispensa, no freezer, no bar do ap.

  2. Esse doleiro não ia conseguir vender esses troços feios naquele programa “Trato Feito” nem por 5 dólares. O careca ia mandar ele pastar.

  3. Ele não era exatamente um colecionador…
    Caso fosse existiria iluminação especial para o quadro, não existiria saída de ar condicionado próximo a ele e muito menos aqueles artefatos colocados próximo…
    Toda a atenção seria voltada ao quadro…
    O que estamos vendo na foto é uma Ferrari coberta de adesivos …

    1. Que maravilha de quadro!!! se vendido Imagina quantas pessoas nao salvaria nas filas de hospitais!
      E boa Neto SP!