ACESSE

As obras de arte do 'doleiro dos doleiros'

Telegram

A Polícia Federal encontrou na cobertura de Dario Messer –o “doleiro dos doleiros”, que continua foragido– no Leblon dezenas de obras de Di Cavalcanti, informa O Globo.

Ao todo, foram contadas 39 obras do pintor, entre elas um desenho com dedicatória para o polonês Mordko Messer, pai de Dario e apontado como primeiro doleiro a atuar no país.

Além dos Di Cavalcantis, há quadros de artistas como José Pancetti e Eugênio de Proença Sigaud –aparentemente autênticos, conforme especialista consultado pelo jornal carioca– e centenas de joias, incluindo colares, braceletes e anéis.

A PF achou também no apartamento uma caixa repleta de papéis triturados.

Painel de Di Cavalcanti na sala de Messer, em foto reproduzida por O Globo

Comentários

  • Cris -

    Caro Mauro ! Estou nesta também... Vamos formar a força tarefa do papel picado...

  • Karl -

    o roubo e a safadeza são livres no Leblon. ôpa, esqueci: - e a cocaína-delivery, e a maconha geral...

  • cult -

    Mas o Leblon não é o reduto dos psolentos amiguinhos dos pobrezinhos?

Ler 20 comentários