Odebrecht pagou US$ 349 milhões em propinas no Brasil

No documento “Odebrecht Information”, o Departamento de Justiça dos EUA descreve os métodos de pagamento de propina por meio do Setor de Operações Estruturadas e cita o Mainl Bank, o banco do Caribe que a empreiteira comprou para viabilizar essas operações.

No total, de 2003 a 2016, o grupo comandado por Emílio e Marcelo Odebrecht pagou, só no Brasil, US$ 349 milhões em propinas para agentes políticos, partidos e membros do governo.

Faça o primeiro comentário