ACESSE

Oferta de leitos de UTI sobe 50% na pandemia, mas distribuição é desigual

Telegram

A oferta de leitos de UTI no país teve aumento de 47% por causa da pandemia deu novo coronavírus, mas a proporção entre as redes pública e privada ainda é desigual.

Levantamento do Conselho Federal de Medicina mostra que o total de leitos de UTI passou de 45.427 em janeiro para 66.786 em junho.

Os leitos para pacientes de Covid equivalem a 92% das novas vagas. Desse total, 9.006 foram criadas no SUS, enquanto 12.353 foram abertas em hospitais ligados à rede privada e de planos de saúde.

O balanço feito pelo CFM e publicado pela Folha considera os dados registrados até junho no sistema do Datasus. O Ministério da Saúde afirma que o total de leitos de UTI habilitados já é de 11.353, maior que o número do levantamento.

Leia mais: Combo O Antagonista+ e Crusoé: comece a ler por apenas R$ 1,90/mês

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários