ACESSE

Exclusivo: Offshore da Smartmatic fará software de urnas e impressoras

Telegram

No instrumento particular de constituição do Consórcio Smartmatic, obtido por O Antagonista, há uma clara divisão de responsabilidades no contrato com o TSE.

Segundo o documento, a empresa líder (Smartmatic Brasil) será responsável pela produção dos hardwares – o que inclui 30 mil módulos de impressão, 75 mil urnas plásticas e 25,3 mil cabines de votação.

A Smartmatic International Corporation, sediada em Barbados, ficaria responsável pelo software (firmware, drivers e códigos-fonte) e o financiamento do projeto.

Não bastassem as implicações de segurança, uma empresa estrangeira só pode licitar com o poder público se autorizada por decreto.

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 56 comentários