Oficiais do Exército são condenados por desvio de 11 milhões em esquema do IME com DNIT

Telegram

A Justiça Militar condenou cinco oficiais do Exército e dois civis pelo desvio de R$ 11 milhões de convênios do IME (Instituto Militar de Engenharia) com o DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes).

Ao todo, foram fraudadas 88 licitações, entre os anos de 2003 e 2005.

O esquema, segundo o Ministério Público Militar, consistia na criação de empresas de fachada que eram subcontratadas pelo IME para atuar em obras de infraestrutura rodoviária.

CENSURA À IMPRENSA: A ESCURIDÃO REALMENTE PASSOU? Leia aqui

O grupo de oficiais era liderado pelo coronel Paulo Roberto Dias Morales e pelo major Washington Luiz de Paula – ambos condenados a 16 anos de prisão cada. Eles poderão recorrer em liberdade.

Confira AQUI a íntegra da sentença.

 

Comentários

  • Maikyavel -

    Entre 2003 e 2005? Pelo jeito a justiça militar tem a mesma velocidade do STF, ou seja, de um tanque da 1ª guerra.

  • João -

    Corrupção até no Exercito, esse país esta podre mesmo, graças aos 13 anos no poder da ORCRIM petista e seus partidos puxadinhos, corrompeu geral.

  • Erick -

    Como um miliciano vai acabar com crine organizado dentro do sru próprio habitat? Essa ovelhinhas desgarradas e desinformadas me fazem rir...

Ler 165 comentários