Ohio que os parta

O site da Veja entrevistou o procurador-geral de Ohio, Mike DeWine. O fundo de pensão dos funcionários públicos do estado americano perdeu cerca de 50 milhões de dólares na Bolsa de Nova York, por causa da lambança na Petrobras. Agora, representado por ele, está na Justiça como parte de uma das cinco ações coletivas movidas nos Estados Unidos contra a estatal brasileira.

Na entrevista, Mike DeWine disse querer estar à frente de todos os litigantes da ação, porque ” a fraude é tão ultrajante que temos a obrigação de tentar liderar o processo para melhor proteger os interesses dos trabalhadores e pensionistas do Estado”.

Ele afirmou que Ohio também foi lesado no caso da companhia de energia Enron, um dos maiores escândalos do capitalismo americano, mas que o seu estado jamais teve de enfrentar uma situação como a da Petrobras, com agentes públicos envolvidos.

Ohio que os parta.

Me dê um O; me dê um H;

me dê um I; me dê um O:

O H I O!