OIT reage às críticas de Bolsonaro sobre estatísticas de desemprego

Jair Bolsonaro criticou o IBGE e disse que os números atuais sobre desemprego no país são uma “farsa”.

Rafael Diez de Medina, chefe de estatísticas e diretor do Departamento de Estatísticas da OIT, reagiu. Em entrevista ao Estadão, ele disse:

“Ele [Bolsonaro] questiona de uma maneira agressiva uma definição internacional. A intromissão do sistema político é um perigo. Uma das premissas é a independência das estatísticas e autonomia com o objetivo de evitar a interferência política nessa elaboração. E isso implica seguir os padrões internacionais.”

O amigo de José Dirceu na corte de Bolsonaro. Saiba mais AQUI

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 109 comentários
  1. Não precisa fazer estatística para calcular o número de desempregados. Basta andar pelas ruas e conversar com parentes e amigos. Estou certo que 1/3 da PEA está sem emprego e renda.

  2. Aonde estava a OIT quando luladrão e dilmãe resolveram mudar os critérios para pessoa desempregada? Quem recebe Bolsa Família, quem “não procura” emprego e outros critérios são uma FARSA sim!

  3. Desempregado é todo mundo que não tem emprego e quer trabalhar. E não quem não está procurando procurando emprego como diz IBGE. Ele não está procurando por N fatores, inclusive por não ter di

  4. Desde quando a OIT é responsável pelo IBGE,ela que trate de cuidar da Nicarágua ,Venezuela e pare de encher o saco porque organismos socialistas da ONU não são bem vindos no Brasil sem PT

  5. Liberdade de expressão e opinião, JB pode dizer o que ele quiser. Se ele não confia no IBGE, é um direito dele. Assim como muitos não confiam também, ainda mais em um Estado dominado pela esquer

  6. A única preocupação da OIT é o Bolsonaro? Por que não comentam sobre os escravos que ainda existem pelo mundo, trabalhando até o esgotamento, como na Coréia do Norte? HIPÓCRITAS!

  7. KKK pelo jeito a carapuça serviu certinho no cara, ninguém reage desta maneira quando está coberto de razão. O cara não deve estar. Como a mentira tem perna curta logo aparece a verdade.

  8. Essas organizações da ONU são penduricalhos da esquerda internacional. Com isso, fica fácil de entender as restrições dos EUA em subvencioná-las. Na prática, são “ONGs” do chororô e do mim

  9. Uai, se o organismo é internacional, a intromissão não seria deles em assunto que só diz respeito ao país? O presidente legítimo não pode saber os números corretos do desemprego em seu país?

  10. DEFINIÇÃO INTERNACIONAL uma PINÓIA! LULA mandou alterar a régua em 2003!!! Passou a incluir subemprego e trabalho parcial. No 1º mundo é DESEMPREGO. Até a comuna Miria Leitão criticou isso.

  11. Claro, a pelegada global homiziada na OIT não poderia deixar de se sentir “ultrajada” com a crítica de Bolsonaro. Ainda mais um “medina”, sobrenome q trai o DNA cucaracho…

  12. OIT, ONU, OEA, tá tudo dominado por comunistas. Se qualquer um da direita falar que o céu é azul, eles já metem a lenha, e falam abóbrinhas. Comunistas são metidos a intelectuais vigaristas.

  13. Quem sempre maquiou dados e estatisticas a seu favor, foram Lula e Dilma, onde escondiam dados sobre a fome, miséria, escolaridade, economia e desemprego. ESSE É O ÚNICO FATO! Bolsonaro quer a verd

  14. Bolsonaro poderia ficar sem essa. Ainda não assumiu então não tem que se preocupar com os números do IBGE/OIT, isso agora é problema do Temer. Ele, quando assumir tem que acabar com o desemprego.

  15. Maria Nazareth, embaixadora de relações internacionais, prestou queixa na ao Guy Ryder da OIT que desculpou-se e ordenou a retirada imediata de tuite de ativista do PT que criticou Bolsonaro.

    1. Perigoso é esse viado espanhol perder a boquinha internacional!OIT outro CABIDÃO de empregos para cumunista COÇADOR de GENITÁLIA!!!

  16. É uma forma muito clara de maquiar dados estatísticos e seus métodos para apresentar os números conforme conveniência que sempre favoreça a esquerda, minimizando o ruim e maximizando o que for b

  17. Bolsonaro, faz o que tem que fazer e deixa essa gentalha falar. Já ouviu demais. Vc não foi eleito pra ouvir essa avalanche de críticas a todo momento e ter que ficar dando satisfação. Go and do

  18. Primeiro, esse ministreco da fazenda , o tal Guardia deu pitaco defendendo o BNDES. Deveria fechar o bico. Agora é esse defendendo o IBGE. Bolsonaro foi eleito e pode questionar tudo.

  19. Quem recebe bolsa família é visto como uma pessoa empregada. Isso responde aos padrões internacionais? Só se for padrões da Venezuela, Cuba, Nicarágua e países africanos, é padrão internacion

  20. Se o Bolsonaro estivesse dizendo o contrário (que o número de desempregados está muito alto) eu até entenderia, mas a reclamação desse Rafael não faz o menor sentido. Todos sabem que isso está

  21. Bolsonaro não quer números maquiados, pois desistir de procurar trabalho por desalento, vender agua no farol, catar latinha e papelão, receber bolsa família etc…, pasmem, o IBGE tira da estatís

  22. é o mesmo ibge que”mudava as regras ” das estatísticas de acordo com o humor o ministro do trabalho lupi! cabide de empregos que n unca foi confiável!! vão abraçar o prédio do ibge?????????

    1. “Ele”, tem razão que é uma farsa, basta tirar o traseiro da cadeira e andar nas ruas para ver que é muito maior o desemprego.

  23. Exato. No mínimo, 45% da população desempregada. Quando muito, com subemprego. Eu estou 6 anos afastado engenharia. Engenharia está hj com aproximadamente 5% ativo. Valores próximo 1/4 salário

  24. Diz isso pra quando o governo lula instituiu que era classe media quem ganhasse de 200 reais a mil reais ! elevando assim as estatísticas e tirando milhões da miséria para aclasse media em um canet

  25. Engraçado, quando o Lula alterou as estatísticas sobre os pobres (e depois gravou um vídeo tirando onda) ninguém falou nada. E a OIT não disse nada antes porque? Não é de agora que o Bolso fala

  26. Seguir padrões internacionais kkkk para esse povo temos que fazer tudo que organizações supranacionais mandarem. Se a Estatistifica atual mascará o real problema tem mais é que mostrar o erro.

  27. Pelo visto será uma perseguição insana a tudo o que Bolsonaro falar.Nunca vi essa gente criticar os ladrões de esquerda que jogaram o país nessa situação atual.Me considero de centro esquerda.

  28. Pelo que vi, na entrevista, Bolsonaro não concordava com alguns itens, como por exemplo a não inclusão como desempregado quem está recebendo seguro desemprego, mas, qual o problema de questionar i