ACESSE

OKAMOTTO E CLARA ANT OBSTRUÍRAM A JUSTIÇA, DIZ PALOCCI

Telegram

Paulo Okamotto e Clara Ant ocultaram deliberadamente provas que comprometeriam Lula na Lava Jato, diz Antonio Palocci, em novo depoimento de sua delação premiada ao qual O Antagonista teve acesso.

O termo de depoimento foi anexado à investigação da PF sobre o vazamento da Operação Aletheia.

Palocci, que firmou acordo de colaboração premiada, garante que “documentos importantes” não foram apreendidos no Instituto Lula e na casa de assessores do ex-presidente.

Ele conta que, ao perceber isso, questionou Okamotto e Clara, descobrindo que ambos souberam antecipadamente da busca e apreensão. E que trataram de esconder da Justiça aquilo que pudesse comprometer o ex-presidente.

Clara Ant, por exemplo, transferiu do Instituto para outro local um HD com “os registros de todas as reuniões oficiais efetuadas por Lula nos dois governos”.

O nome disso é obstrução de Justiça e dá cadeia.

 

O ex-presidente, agora presidiário, Luís Inácio “Lula” da Silva foi condenado a pagar mais 12 anos e 11 meses de prisão pelo processo do sítio em Atibaia. Veja aqui!

Comentários

  • Denise -

    Palocci já mostrou À PF e aos brasileiros que não dá ponto sem nó...

  • CELIO -

    A propósito, quando estes dois lacaios do PT vão ser enquadrados? São inimigos declarados de Bolsonaro, são inimigos dos brasileiros.

  • mara -

    Cadeia nesses pilantras.

Ler 49 comentários