Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Olavista e evangélico são cotados para vaga de Weintraub no MEC

Jair Bolsonaro tem sido pressionado a manter o Ministério da Educação sob o comando da “ala ideológica” de seu governo caso Abraham Weintraub saia, relata a Folha. A expectativa é que ele deixe o cargo ainda nesta semana.

Segundo o jornal paulistano, por ora a opção mais forte é que um interino assuma o MEC até o novo ministro ser definido, de modo semelhante ao que ocorre com Eduardo Pazuello na Saúde.

O secretário de Alfabetização do MEC, Carlos Nadalim​, indicado por Olavo de Carvalho ainda na época de Ricardo Vélez, é o principal nome que circula no grupo de bolsonaristas mais ideológicos.

Outra opção é o presidente da Capes, Benedito Aguiar, ex-reitor da Universidade Mackenzie que conta com a simpatia da bancada evangélica.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO