ACESSE

Olavistas, esquerdistas e Centrão no MEC

Telegram

Vitor Hugo quer o MEC.

“Se for o escolhido”, diz o Estadão, “ele planeja assumir na miúda, sem pedir a demissão de ‘olavistas’ ou de ‘esquerdistas infiltrados’”.

A reportagem diz também que ele “tem o apoio de seis partidos, incluindo o seu, o PSL, e até mesmo do Centrão”.

Em nota enviada a O Antagonista, o PSL disse que não apoia a eventual indicação de Vitor Hugo, que está suspenso pelo conselho de ética do partido.

Leia mais: O risco da estratégia lulista de Bolsonaro. Clique e leia em uma condição especial

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 34 comentários