Olavo condena críticas de Mourão a chanceler

Depois de bombardear os parlamentares que foram à China, Olavo de Carvalho resolveu puxar a orelha do presidente em exercício, Hamilton Mourão, por causa de sua entrevista à Época.

À revista, o general criticou o chanceler Ernesto Araújo, seguidor de Olavo. “O general Mourão falar contra um seu colega da equipe de governo é ATITUDE INSANA”, escreveu no Twitter.

Segundo Olavo de Carvalho, “um membro do governo Bolsonaro falar delicadamente com a mídia é cortejar abertamente o inimigo e desprezar os eleitores”.

“Quem não compreende isso não merece um cargo no governo”, emendou.

Comentários

  • Rodrigues -

    Com todo o respeito, o Olavo, nem no Brasil mora, já faz tempo que dá sinais de desinteresse pela "terra Brasilis", se presta apenas a dar pitacos, e servir de ícone para um grupo...figura desnec

  • Francisco -

    Olavo sempre tem razão, não refresca c. de pato, quem refresca c. de pato é lagoa.

  • JOSE -

    O Olavo é intelectual. O jeitão dele é esse mesmo. Fiquem atento ao que ele fala.

Ler 216 comentários