ACESSE

Olavo condena críticas de Mourão a chanceler

Telegram

Depois de bombardear os parlamentares que foram à China, Olavo de Carvalho resolveu puxar a orelha do presidente em exercício, Hamilton Mourão, por causa de sua entrevista à Época.

À revista, o general criticou o chanceler Ernesto Araújo, seguidor de Olavo. “O general Mourão falar contra um seu colega da equipe de governo é ATITUDE INSANA”, escreveu no Twitter.

Segundo Olavo de Carvalho, “um membro do governo Bolsonaro falar delicadamente com a mídia é cortejar abertamente o inimigo e desprezar os eleitores”.

“Quem não compreende isso não merece um cargo no governo”, emendou.

Bolsonaro conseguirá 'despetizar' a máquina pública? SAIBA MAIS AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 216 comentários