Olavo sobre Villas Bôas: "Um doente preso a uma cadeira de rodas"

Olavo de Carvalho fez um comentário nojento sobre o general Villas Bôas.

Ele disse:

“Há coisas que nunca esperei ver, mas estou vendo. A pior delas foi altos oficiais militares, acossados por afirmações minhas que não conseguem contestar, irem buscar proteção escondendo-se por trás de um doente preso a uma cadeira de rodas. Nem o Lula seria capaz de tamanha baixeza.”

O general Villas Bôas é o maior líder militar do Brasil, não por ser “um doente preso a uma cadeira de rodas”, e sim por sua lucidez, por sua carreira e por sua capacidade de comando, que continuou a ser exercida apesar da cadeira de rodas.

A sordidez de Olavo de Carvalho superou todos os limites.

Comentários

  • Joao -

    O general é um doente preso a uma cadeira de rodas. Dizer isso não é sórdido nem nojento. Dizer que é, é. Esconder-se atrás de um herói preso a uma cadeira de rodas é de uma baixeza sem tama

  • Raimundo -

    É nojento dizer a verdade? O Gal. Não é im doente? Não está numa cadeira de rodas? Pô o Santos Cruz foi quem atacou primeiro.

  • Jair -

    Meu capitão obrigado por se preocupar com a higiene do meu pinto, mas pq não aproveita e lava o pinto do "Não Lavo Meu Carvalho" e a boca dele também

Ler 340 comentários