“Olha tá errado isso, vai dar merda”

O Estadão entrevistou o ex-coordenador jurídico da Petrobras Thales Miranda, citado pelo Antagonista aqui, por ter se recusado a assinar o parecer que avalizava a compra da refinaria de Pasadena.

No ano passado, Miranda fez um desabafo em seu perfil no Facebook. O texto foi recolhido entre documentos apreendidos na casa de Jorge Zelada.

Na entrevista, ele afirma que partiu do “Rio” a ordem para aceitar as condições polêmicas negociadas com a Astra Oil e o ex-diretor Nestor Cerveró.

Miranda não sabe, ou não quis dizer, quem exatamente pressionou para a assinatura do contrato. Ele também afirma que “não sabia que havia esse nível todo de envolvimento de corrupção” na estatal.

“Fui avisando, ‘olha tá errado isso vai dar merda’, e as pessoas batendo em mim e eu não entendendo o porquê. Na época não conseguia captar que estava todo mundo envolvido.”

É, Miranda, deu merda.

thales

Desabafo nas redes virou prova para a PF

Faça o primeiro comentário