"Olhar cínico de Maduro ultrapassou a barreira do discurso", diz senador em 'voto de censura'

Telegram

Alvaro Dias acaba de apresentar ao Senado um requerimento com “voto de censura” a Nicolás Maduro.

No texto (veja aqui a íntegra) que o senador pede para que seja enviado à embaixada venezuelana, o senador ataca a recusa da ajuda humanitária por parte do ditador.

“Fazendo pouco caso sobre o drama vivido por milhões de pessoas que passam fome e que não têm condições de arcar com o alto custo dos alimentos e remédios, o alcaide chegou a afirmar que a ajuda humanitária não passava um ‘show’ e de uma tentativa de complô contra seu governo.”

E mais:

“Hoje, é certo que esse olhar cínico de Maduro ultrapassou a barreira do discurso e atingiu o ponto nevrálgico das relações harmônicas que devem reger a diplomacia internacional.”

Comentários

  • Malu -

    Mandem a Dilmanta e a Amante. Quando chegarem na fronteira, tomem os passaportes delas e empurrem elas pro lado de lá. Se quiserem voltar... que Deus as proteja das balas perdidas.

  • Gorila_Republicano -

    Outro fazendo barulho para se promover. Total perda de tempo. Maduro nem vai ficar sabendo do tal "voto de censura". Pelo menos não falou asneiras como muitos outros políticos cagões já fizeram

  • Neto -

    Maduro assassino, debochado e cafona. Um gordinho ridículo e palhaço. Lixo

Ler 16 comentários