OMS, sobre decisão de Bolsonaro: "Escolhemos a ciência"

Ao ser questionada sobre a declaração de Jair Bolsonaro de que não vai comprar vacinas chinesas, Margaret Harris, porta-voz da OMS, disse:

“Nós escolhemos a ciência. Não é a respeito da nacionalidade, e essa é a beleza de ser multilateral, esse é o ponto da ONU. Nós escolhemos a ciência e deveremos escolher a melhor vacina.”

Ela acrescentou:

“Como se sabe, não vamos apoiar nenhuma vacina até que seja provado que ela teve o mais alto padrão de segurança e o nível certo de eficácia.”

Leia mais: Os leitores de O Antagonista não agonizam com polêmicas fake.
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 40 comentários
TOPO