​Onde o espírito público grassa

Renan Calheiros já disse que não moverá um dedo para barrar o reajuste do STF, informa a Coluna do Estadão.

Outros senadores dizem que o reajuste faz parte de acordo com Ricardo Lewandowski, que topou parar de adiar a votação final do impeachment.

Faça o primeiro comentário