Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

ONU confirma que não exigirá certificado de vacinação de chefes de Estado

Exigência da Rússia deve beneficiar Jair Bolsonaro, que diz não ter se vacinado; líderes viajarão a Nova York para Assembleia-Geral na semana que vem
ONU confirma que não exigirá certificado de vacinação de chefes de Estado
Foto: Manuel Elias/ONU

A ONU confirmou nesta quinta-feira (16) que presidentes, primeiros-ministros e diplomatas que participarem da Assembleia-Geral na próxima semana, em Nova York, não serão obrigados a apresentar certificados de vacinação, informa a agência Reuters.

A medida interessa ao governo brasileiro, já que Jair Bolsonaro, que fará o discurso de abertura em 21 de setembro, afirma não ter sido imunizado.

O presidente da Assembleia-Geral, Abdulla Shahid, notificou os 193 membros da ONU sobre a decisão em uma carta, depois de dizer a eles na terça-feira (14) que apoiava a exigência de comprovante de vacinação feita pela cidade de Nova York.

Shahid voltou atrás depois que a Rússia se opôs, dizendo que a medida seria discriminatória. O próprio secretário-geral das Nações Unidas, o português António Guterres, declarou em entrevista que a entidade “não pode dizer a um chefe de Estado que, se ele não estiver vacinado, não poderá entrar na ONU”.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO