Onyx diz que base do governo terá mais de 350 parlamentares

Em entrevista concedida a Roberto d’Ávila, na GloboNews, Onyx Lorenzoni disse que o governo terá uma base aliada superior a 350 parlamentares, “sem toma lá, dá cá”.

“Estamos numa fase bem adiantada de diálogo com bancadas. Eu visitei duas bancadas, a do MDB e PR e, da semana que vem até o Natal, o presidente vai receber todas as bancadas do nosso campo político.”

O "velho Brasil" contra-ataca a Lava Jato e Sergio Moro. Prepare-se para combater esse “velho Brasil”. AQUI

Temas relacionados:

Deixe seu comentário

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem;
Tempo de publicação: 4 minutos

200

Ler mais 40 comentários
  1. 10.1. Deve-se considerar q/ a implicância de JB a respeito do proceder “toma-lá-dá-cá” foi “fanfarronice de candidato apressado” e “parvoíce de administrador retardado”.

    1. 10.7. Com a Lava Jato a disparar o JB (agora já engripado) deveria estudar/atinar q/ o Estado está atulhado por problemas sem soluções. Nada a ver c/ corrupção e violência.

    2. 10.6. Pergunta: como é que o trio JB&Onyx&Guedes irá acertar repentinamente o arranjo duma base governamental de 350? Na política NÃO SE DÃO IMPROVISOS AMADORÍSTICOS!

    3. 10.5. Pergunta: como Onyx patético SE PERMITE na entrevista de meio mundo assistir dizer TER URGÊNCIA de 350 votos? Meio mundo sempre soube! JB engrupiu massa, né não?

    4. 10.4. A campanha/transição de JB (e sua futura administração) deu/dá/dará ampliada CONFUSÃO (= regredir) coletiva sobre urgente busca social da EFICIÊNCIA no Estado.

    5. 10.3. O “toma-lá-dá-cá” tb. pode significar “política 1% finalmentes e 99% entretantos” – tanto faz a ordem dos fatores. É q/ Estado tá “pras cucuias”, “pras calendas gregas”.

    6. 10.2. O “toma-lá-dá-cá” ou é “jeitinho” ou é “cá entre nós” ou é “política tem 99% de finalmentes e 1% de entretantos” ou é “equilibrar ônus e bônus”. Política é trabalho duro!

  2. Então fica claro que o que vai faltar é vontade politica do Bolsonaro de acabar com as mamatas, não quer encolher o estado de jeito nenhum pelo que vem demonstrando. Ilusão no deserto.

    1. Mudou de desculpa rapido hein? Depois dessa qual a proxima? O governo nem começou e vc já sabe o que vai acontecer,ou é torcida? Petralha vagabundo!

    2. Petralha torcendo para dar errado . Caralho , vocês já foderam com o país por 16 anos e agora estão torcendo para o Brasil dar errado por mais 4 anos ??? Vocês são uns filhos da puta , mesmo !

    1. 10. JB sempre se referiu às “bancadas” interditado-se falar de “partidos” p/ anunciar suas negociações com parlamentares. Ou surgirá JB Do Milagraço ou JB Do Fracassaço.

    2. 9. Se em 2019 não melhorar relação Executivo X Legislativo , i é, permanecer o mesmo traiçoeiro impasse/2018 então dueto JB&Onyx deverá ser ENTERRADO VIVO! (brincadeirinha)

    3. 8. No caso do Congresso mudar às veras então dueto JB&Onyx deverá dar transparência ao seu “jeitinho” (= revelar esquemas) pois q/ a sociedade quererá se reconhecer.

    4. 7. Na medida q/ dueto JB&Onyx colher êxitos pelas conduções de acordos políticos então uma p#t@ revolução/2019 estará em curso: deputados e senadores ESTARÃO MUDADOS.

    5. 6. Onyx se faz boquirroto modo JB: fala muuuito sem pensar a desconsiderar o falado anteriormente. Tudo em todas é 100% tático: aqui-agora-só-e-deu. Bando de amadorecococos.

    6. 5. JB na campanha originou bolsonarismo no dizer: “atacar/acabar c/ violência e corrupção”. No imaginário do bolsonarista: “FAs e Lava Jato”, i é, generais e Moro.

    7. 4. Na campanha/2018 o eleitor em massa deu um veredito: “não queremos alianças nem problemas nem soluções”. Alckmin o único profissional levou 4,76% (5 milhões de votos).

    8. 3. Por ter-se JB tonto&sonso vai-se adotar preceito “só se acredita vendo”. Na campanha foi Alckmin q/ se fez politico profissional: adiantou alianças e problemas e soluções.

    9. 2. Óbvio q/ terá sentido revolucionário caso o dueto JB&Onyx dispuser/2019 de base parlamentar c/ folga. De pronto os tacanhos índices econômicos terão previsão p/ alto otimismo.

  3. É uma boa notícia! Há uma folga em relação ao quorum de 308 deputados para garantir aprovação de emendas à Constituição. Mas o problema é o Senado. Lá, são necessários 49 senadores para

  4. Só quero que o Onyx seja franco na questão do “sem toma lá dá cá”. O Brasil não aguenta mais ficar sendo sugado pelas raposas do congresso. O capitão quer dar fim a isso. Siga o líder, Onyx.

  5. Quer dizer que Lorenzoni está negociando?!!! E, se vai mesmo ter os tais 350 votos, por que é que o Bolsopai e o Bolsofilho já estão arregando da reforma da Previdência? É só uma pergunta.

    1. Eduardo, vamos aguardar o envio da proposta do Bolsonaro antes de sofrermos. A reforma que será aprovada não é a dos sonhos do Bolsonaro, mas a reforma possível. Ano novo, Congresso novo.

    2. José: Certo. Mas, mesmo assim, por que é que tanto Eduardo (O Boquirroto) Bolsonaro quanto Jair Bolsonaro já estão arregando da reforma da Previdência? Foi o que ambos disseram…