Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Onyx em 2015: quem fica em silêncio em CPI é 'só bandido'

Hoje, a AGU entrou com pedido no STF para que Eduardo Pazuello se valha do direito de ficar calado na CPI da Covid
Onyx em 2015: quem fica em silêncio em CPI é só bandido
Foto: Adriano Machado/Crusoé

As redes sociais, implacáveis, ressuscitaram nesta quinta-feira (13) um post de Onyx Lorenzoni publicado em 11 de maio de 2015, na época da CPI da Petrobras.

O então deputado do DEM, hoje ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência de Jair Bolsonaro, escreveu o seguinte sobre o depoimento do ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró à CPI na Justiça Federal do Paraná:

“Cerveró ouviu de mim que em CPI quem se vale do direito [a] ‘ficar calado’ tem coisa a esconder, só bandido usa disso.”

Hoje, a Advocacia-Geral da União entrou com pedido no STF para que Eduardo Pazuello, ex-colega de ministério de Onyx, se valha do direito de ficar calado na CPI da Covid.

Leia mais: Assine a Crusoé, a publicação que fiscaliza TODOS os poderes da República.
Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO