ONYX QUER ACESSO A REGISTROS DE ADÉLIO

O deputado Onyx Lorenzoni não ficou satisfeito com a resposta dada pelo diretor da Polícia Legislativa, Paul Deeter, sobre suposto erro no registro de acesso de Adélio Bispo de Oliveira à Câmara, em 6 de setembro.

Como O Antagonista revelou ontem, Deeter chegou a abrir uma investigação sigilosa para apurar as circunstâncias de dois registros de entrada de Adélio no dia do atentado contra Jair Bolsonaro. Depois da divulgação do caso, Deeter emitiu nota alegando que tudo não passou de um engano de um funcionário e que o caso estava encerrado.

Onyx, porém, quer acesso à íntegra da investigação e a todos os documentos. O Antagonista apurou que a assessoria de Rodrigo Maia só protocolou o pedido do deputado depois de muita insistência.

Você quer saber quem é o homem que tentou matar Bolsonaro? Clique AQUI.

Comentários

  • Marçal -

    Não dá mais para confiar em nada. Intervenção resolveria tudo.

  • Carlos -

    Ha, ha ha. Atras desse mato tem coelho. A PF não pode e não deve fraquejar, porque naquele congresso tem de tudo não é uma casa confiável considerando que a maioria de seus participantes são cor

  • Rosano -

    Nesse angú tem muitissimo caroço !!!!

Ler 210 comentários