Onyx recorre para manter no STF apuração sobre caixa dois

Onyx Lorenzoni recorreu da decisão de Marco Aurélio Mello de enviar à Justiça Eleitoral apuração preliminar sobre supostos repasses do grupo J&F a ele, por meio de caixa dois.

O advogado Adão Paiani, que defende o ministro da Casa Civil, pediu que o caso continue no STF alegando que Onyx continua deputado federal, mesmo que esteja licenciado do cargo.

Além disso, os advogados argumentam que os repasses não contabilizados alvo da investigação teriam relação com o cargo de deputado federal, e não de ministro de Estado.

Comentários

  • Roberto -

    Outro bolsonarista que corre para o colo quente do foro privilegiado do STF....

  • Rocha -

    Onix contava com Maia e Alcolumbre para enterrar o Projeto do Moro? Era isso que articulou? Não confio nele.

  • alfredo -

    esse é um dos poucos que merecem a justiça eleitoral.confessou o caixa 2 e, mesmo sendo um servo do "senhor",tatuou no "sagrado"corpo a prova do arrependimento.é um idiota ao quadrado.

Ler 41 comentários