Operação "Fake SMS" da PF investiga governo do Piauí por mensagens com fins eleitorais

Operação “Fake SMS” da PF investiga governo do Piauí por mensagens com fins eleitorais
Reprodução/Agência Brasil

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (16) a Operação “Fake SMS”, com o objetivo de investigar a contratação, pelo governo do Piauí, de serviços de disparo automático de mensagens via aplicativo com fins eleitorais.

Foram cumpridos dois mandados de busca, expedidos pelo juízo da 98ª Zona Eleitoral, em Teresina.

Policias apreenderam documentos, celulares e mídias de armazenamento.

O material apreendido agora será analisado pela PF. com o objetivo de comprovar se o serviço contratado era utilizado com a finalidade específica de emitir mensagens ou comentários na internet para ofender a honra ou denegrir a imagem de candidato, partido ou coligação, o que constitui crime eleitoral.

O governador Wellington Dias (PT), reeleito em 2018, foi um dos beneficiados pelo esquema do “mensalinho do Twitter“.

Assista também:

Leia mais: Marco Aurélio e o caso André do Rap: como a lei (e a mais alta corte do país) pode ser usada para libertar um criminoso considerado perigoso?
Mais notícias
Comentários
Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 3 comentários
TOPO