Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Operação Faroeste: delação de desembargadora abre novas frentes de investigação

O acordo de delação da desembargadora Sandra Inês Rusciolelli implica 68 pessoas, entre desembargadores, juízes e políticos
Operação Faroeste: delação de desembargadora abre novas frentes de investigação
Foto: Reprodução

O acordo de delação premiada fechado pela desembargadora Sandra Inês Rusciolelli (foto) e seu filho, o advogado Vasco Rusciolelli, deve abrir 30 novas frentes de investigação e abastecer quatro inquéritos e duas ações penais da Operação Faroeste, diz a Crusoé.

Homologado em junho pelo ministro Og Fernandes, do STJ, o acordo implica 68 pessoas, entre desembargadores, juízes e parentes, advogados, empresários e políticos.

Deflagrada pela Procuradoria-Geral da República em 2019, a Operação Faroeste investiga um esquema de venda de sentenças no Tribunal de Justiça da Bahia

Leia mais aqui. Assine a Crusoé, a revista que fiscaliza todos os poderes.

Mais notícias
Comentários desabilitados para este post
TOPO