ACESSE

Operação prende suspeitos de investir em imóveis de milícia

Telegram

Uma operação da Polícia Civil e do Ministério Público do Rio prendeu nesta terça-feira suspeitos de investir na construção de imóveis irregulares que seriam utilizados pela milícia que atua na Muzema e em outros bairros da Zona Oeste da cidade.

Segundo a TV Globo, 11 pessoas haviam sido detidas até as 9h20 de hoje — uma delas no Piauí. Outras seis são procuradas pela polícia.

Um dos principais alvos é Bruno Cancella, que foi preso em sua casa, em Jacarepaguá. Ele teria movimentado quase R$ 25 milhões para a milícia em um período de quatro anos, segundo as investigações.

Em abril, dois prédios construídos irregularmente desmoronaram na Muzema, matando 24 pessoas.

Exclusivo: áudio inédito joga luz sobre práticas suspeitas de membros do Judiciário. SAIBA MAIS AQUI

Comentários

  • Carmen -

    Segundo Rodrigo Viga da Jovem Pan, as apreensões são em mansões e coberturas mas zonas mais chiques do Rio.

  • Jazon -

    Se for prender quem constroem imóveis irregularmente nesse Brasil. Aja maracanã. Tem que responsabilizar e punir também, os servidores públicos pela omissão ou conveniência.

  • Maria -

    Tem que explodir todos aqueles imoveis que foram construídos irregularmente!!! Enquanto estiverem la, povão vai tentar morar la nem que seja pra morrer!

Ler 8 comentários