ACESSE

Operador de p... nenhuma

Telegram

Na nova denúncia contra Sérgio Cabral, o MPF diz ter encontrado “documentos irrefutáveis” que comprovariam um dos endereços que seriam usados por Fernando França Martins, coronel da PM, para receber e esconder propinas pagas ao ex-chefe da Casa Civil Régis Fichtner.

Numa sala comercial no centro do Rio, que sedia uma empresa da nora de França, a polícia encontrou o crachá e a mesa ocupada por ele com o seguinte cargo: “chairman de p_ _ _a nenhuma”. Veja:

Como a Lava Toga pode ser enterrada no Senado. LEIA AQUI

Comentários

Os comentários não representam a opinião do site; a responsabilidade é do autor da mensagem. Em respeito a todos os leitores, não são publicados comentários que contenham palavras ou conteúdos ofensivos. Tempo de publicação: 4 minutos
Ler 6 comentários