Operador de p... nenhuma

Na nova denúncia contra Sérgio Cabral, o MPF diz ter encontrado “documentos irrefutáveis” que comprovariam um dos endereços que seriam usados por Fernando França Martins, coronel da PM, para receber e esconder propinas pagas ao ex-chefe da Casa Civil Régis Fichtner.

Numa sala comercial no centro do Rio, que sedia uma empresa da nora de França, a polícia encontrou o crachá e a mesa ocupada por ele com o seguinte cargo: “chairman de p_ _ _a nenhuma”. Veja:

Comentários

  • Noely -

    Depoche, como polícia sem postura, se envolver com esta mierda toda.

  • Paulo -

    É... O de todos vocês Rio de Janeiro, é mesmo uma grande esculhambação! Que se danem vocês todos, bando de canalhas.

  • Airton -

    Com a reforma da previdencia Esse Meliante teria direitos Adquiridos ? PM?

Ler 6 comentários