Assine
Acesse
Acesse o Antagonista+ Acesse a Crusoé

Oposição vai ao STF contra Bolsonaro por associar vacina à Aids

A mentira foi publicada originalmente em um site conspiracionista antivacina; o presidente leu a fake news em sua live semanal
Oposição vai ao STF contra Bolsonaro por associar vacina à Aids
Foto: Isac Nóbrega/PR

Parlamentares do PSOL e PDT apresentaram ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma notícia-crime pedindo a investigação de Jair Bolsonaro (foto) pela mentira que associa a vacinação contra a Covid à Aids

Em sua live na última quinta-feira, o presidente voltou a espalhar fake news sobre as vacinas contra a Covid e chegou a afirmar que “pessoas totalmente imunizadas estão desenvolvendo Aids”.

Na ação, os parlamentares afirmaram que o ato de Bolsonaro é um “absoluto desrespeito para com o país e com as famílias enlutadas.”

“Sem amparo em medidas científicas e contrariando autoridades sanitárias nacionais e internacionais, a postura irresponsável, mentirosa e criminosa do Presidente da República tem colocado a população brasileira cada vez mais em risco”, disseram na ação.

Segundo a ação, “Jair Bolsonaro coloca sua ideologia autoritária acima das leis do país, mentindo de forma criminosa sobre as vacinas, colocando em risco uma estratégia que vem diminuindo drasticamente o número de mortes no país.”

“A cruzada do Presidente Jair Bolsonaro contra a ciência e a vida continua. É fundamental que os poderes constituídos tomem as providências cabíveis para punir os responsáveis pelos atentados contra a saúde pública do povo brasileiro.

 

Mais notícias
TOPO